História e Cultura CONTROVERSO

Getúlio Vargas: da paternidade a eternidade

Como enquadrar um líder tão ambivalente?

19/04/2020 11h53 Atualizada há 3 meses
Por: Gabriel Corrêa

“Salve! O estadista, idealista e realizador. Getúlio Vargas! O grande presidente de valor!”

Como diz a letra do samba da Mangueira de 1956, “O Grande Presidente”, falaremos de um estadista, idealista, realizador e grande presidente de valor: Getúlio Vargas.

Getúlio Vargas nasceu no dia 19 de abril de 1882, em São Borja/RS, a famosa “Terra dos Presidentes”, pois além de Vargas, o ex-presidente João Goulart também é natural da cidade.

Mas apesar dessa introdução grandiosa, foi uma personalidade com várias ressalvas. Getúlio Vargas faz parte das figuras históricas marcantes e, por consequência, controversas.

O Getúlio Vargas que nasceu em uma família abastada de estancieiros, é o mesmo Getúlio Vargas “Pai dos Pobres”. O Getúlio Vargas que descriminalizou a capoeira, naturalizou o candomblé e promulgou Nossa Senhora Aparecida como padroeira do Brasil por ser negra, é o mesmo Getúlio Vargas que não tinha interesse em se aprofundar na sua árvore genealógica por poder “...ter a surpresa de acabar no mato (índios) ou na cozinha (negros).”

O Getúlio Vargas que caçou direitos civis, é o mesmo Getúlio Vargas que promulgou as leis trabalhistas (CLT). O Getúlio Vargas que criou a Voz do Brasil, censurou vários meios de comunicação.

O Getúlio Vargas que apoiou o Nazismo, entregando prisioneiros de guerra, é o mesmo Getúlio Vargas que apoiou os Aliados. O Getúlio Vargas que enviou a FEB para lutar contra regimes totalitários, é o mesmo Getúlio Vargas que dissolveu a FEB, ainda em solo italiano, para não correr o risco de ser destituído do poder.

O Getúlio Vargas que queimou milhares de sacas de café, é o mesmo Getúlio Vargas que industrializou o Brasil. O Getúlio Vargas que foi ditador em dois períodos (1930 a 1934 e 1937 a 1945), é o mesmo Getúlio Vargas que foi eleito através do voto (1951).

O Getúlio Vargas que media 1,63m, é o mesmo Getúlio Vargas gigantesco na história brasileira. O Getúlio Vargas que foi único, é o mesmo Getúlio Vargas que foi muitos.

O Getúlio Vargas que esteve no retrato sorrindo outra vez, é o mesmo Getúlio Vargas que suicidou-se com um tiro no coração, saindo da vida para entrar na história. O Getúlio Vargas que começou com a paternidade, é o mesmo Getúlio Vargas que entrou para a eternidade.

Repetir seu nome o faz estar mais presente do que nunca, pois é justamente essa ambivalência e pluralidade que o fazem eterno na nossa história.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
BN História
Sobre BN História
O Buena Notícia História traz fatos sobre acontecimentos e personalidades ligados às cidades da Campanha e Fronteira Oeste do RS. A região concentra grandes nomes da história brasileira, como heróis da pátria e ex-presidentes. A coluna ainda conta com colaborações do @historiaemcinco, projeto do historiador bajeense Gabriel Correa, que visa democratizar o ensino em história no meio digital.
São Borja - RS

São Borja - Rio Grande do Sul

Sobre o município
Fundada em 10 de outubro de 1682, a Terra dos Presidentes, como é conhecida, tem a civilização mais antiga do Rio Grande do Sul e faz fronteira com Santo Tomé, na Argentina. Quem nasceu em São Borja é são-borjense. Foto: Prefeitura de São Borja
Mais lidas