Sociedade MAIO AMARELO

Uruguaiana se destaca como exemplo de segurança no trânsito

Entre os maiores municípios da Campanha e Fronteira Oeste, Uruguaiana registrou menor número de acidentes e vítimas fatais em 2019.

01/05/2020 21h57 Atualizada há 3 semanas
Por: Augustho Soares
Município conta com fiscalização ostensiva. Foto: Divulgação
Município conta com fiscalização ostensiva. Foto: Divulgação

Hoje começa o mês de atividades do Maio Amarelo, uma campanha nacional que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da segurança no trânsito. Neste contexto, quem se destaca dentre os maiores municípios da Campanha e Fronteira Oeste Gaúcha é Uruguaiana.

Mesmo sendo a cidade com maior população, o município foi o que menos teve acidentes e vítimas fatais em 2019. A comparação leva em consideração os cinco maiores destas regiões. No total, foram contabilizados cinco acidentes, com uma vítima em cada, de acordo com o levantamento do Departamento Estadual de Transito (Detran-RS).

Para o secretário de Segurança, Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana de Uruguaiana, Roberto Cabrera dos Santos, estes resultados se devem a uma intensa presença do poder público municipal na fiscalização, além de campanhas de conscientização nas empresas e escolas municipais e estaduais.

O secretário também destaca o convênio com o Detran que permite ao município a realização mensal de quatro blitz para a Operação Balada Segura.

– É uma presença intensa e funcional que atende todos os munícipes em uma presença massiva, inibindo os infratores sem a necessidade de um vultuoso numero de autuações – afirma.

Os dados das demais cidades podem ser vistos no gráfico abaixo.

 

Infrações

Uruguaiana ainda foi o segundo município com menos infrações de trânsito registradas no primeiro trimestre de 2020, entre os cinco maiores destas regiões.

Até março deste ano, foram contabilizadas no município 1.328 infrações, segundo dados do Detran-RS. Este número só é maior que o de São Gabriel, cuja população representa menos que a metade de Uruguaiana.

Além disso, estas 1.328 infrações também são praticamente a metade das 2.668 registradas, neste mesmo período, em Sant’Ana do Livramento, terceira cidade mais populosa entre as regiões. Vale ainda ressaltar que entre as duas cidades há uma diferença de aproximadamente 52 mil habitantes, porém ambos têm cerca de 67,5 mil veículos em circulação.

Fora isso, Uruguaiana ainda registrou 314 infrações a menos que Bagé, cidade que possui a maior frota da região (71,9 mil veículos); e 246 a menos que Alegrete, município com apenas 38,5 veículos em circulação.

Ainda é importante destacar que a baixa quantidade de infrações no município não se trata de algo momentâneo. Afinal, no ano passado, mesmo que com pouca diferença – em relação a Bagé e Alegrete – o município mais populoso da fronteira também foi o segundo, entre estes cinco, com menor quantidade de autuações.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.