Esporte NOVIDADE

Em pouco tempo Bagé contará com pista de atletismo

Apesar do atraso, bajeenses podem contar com uma nova opção para exercícios após a pandemia, uma vez que obras continuam em andamento.

05/05/2020 21h30 Atualizada há 2 meses
Por: Renan Silveira
Complexo Esportivo do Militão (Foto: Reprodução/Sejel)
Complexo Esportivo do Militão (Foto: Reprodução/Sejel)

A cidade de Bagé receberá mais uma estrutura para a prática de esportes. Trata-se de uma pista de atletismo, que estará situada no Complexo Esportivo Presidente Médici, um dos maiores do estado. A pista terá 800m, 9,9m de largura e 15,9m² de área total.

O Complexo Esportivo onde ela será instalada já conta com oito campos de futebol, quadra poliesportiva, campo de futebol sete, quadras de vôlei de areia, palco para atividades artísticas, pista de jeep cross, camping, área arborizada, churrasqueira, e é claro, o segundo maior ginásio poliesportivo do estado, o "Militão".

A obra é uma demanda antiga da população, uma vez que na falta de um espaço adequado para a prática, muitas pessoas ocupam praças, ruas, e até ciclovias.

Praça da Estação é uma das alternativas mais adotadas pelo bajeenses na prática de atletismo. (Foto: Reprodução/Google Streeet View)

— Esta será um obra que irá contemplar centenas de esportistas de Bagé, tanto aqueles que praticam corridas como aqueles que querem se preparar fisicamente para competir em outras modalidade. Estamos proporcionando que os atletas saiam das ruas e avenidas e possam se exercitar em um local seguro sem dividir espaço com veículos — comemora o prefeito Divaldo Lara.

A autorização para início das obras foi dada em janeiro deste ano, e sua conclusão estava prevista para até julho. Contudo, a empresa responsável informou que, por reflexos da pandemia, está com dificuldade para adquirir materiais, e portanto não será possível cumprir o prazo, ou estipular uma nova data.

A Prefeitura Municipal de Bagé comunicou que a etapa estimada da obra, atualmente, esteja em 53%. Ainda assim, garante que a obra não está parada.

O valor investido no projeto foi de R$ 593 mil, sendo R$243 mil oriundos de emenda parlamentar do deputado federal Giovani Cherini (PR), e R$350 de recursos próprios do município.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.