Fronteira COOPERAÇÃO

Livramento e Rivera apresentam Programa Binacional de Prevenção ao Coronavírus

Ação contou com participação de autoridades brasileiras e uruguaias.

14/05/2020 20h25 Atualizada há 2 meses
Por: Augustho Soares
Prefeita e Intendente utilizaram máscaras com bandeiras dos dois países. (Foto: Divulgação)
Prefeita e Intendente utilizaram máscaras com bandeiras dos dois países. (Foto: Divulgação)

Embora separadas pela fronteira entre Brasil e Uruguai, Santana do Livramento e Rivera são exemplo de cooperação para o enfrentamento à pandemia de Covid-19. Na manhã de hoje, por exemplo, foi apresentada uma nova ação conjunta entre a Prefeitura Municipal e a Intendência das cidades vizinhas: o Programa Binacional de Conscientização e Prevenção do Coronavírus “A Fronteira se protege”.

O evento aconteceu no Parque Internacional, o qual marca a fronteira entre os países, e contou com a presença de autoridades brasileiras e uruguaias. Na ocasião, a parceria entre as cidades foi representada até mesmo pelas máscaras com as bandeiras dos dois países, usadas pela intendente de Rivera, Alma Gallup, e pela prefeita de Santana do Livramento, Mari Machado.

A intendente ressaltou o trabalho em conjunto com a Prefeitura da cidade vizinha para que as ações de enfrentamento a pandemia sejam observadas em ambos os lados da fronteira. 

– Somos dois governos atendendo o bem estar, e fundamentalmente, cuidando a saúde da nossa comunidade”, frisou.

Diferentemente da liberdade que outros municípios possuem no Brasil, Santana do Livramento atende obrigatoriamente as normativas estabelecidas pelo Governo Uruguaio, sem autonomia para regulamentações como decretos.

– Desde o início tivemos a compreensão de que o enfrentamento deveria ser feito de forma unificada – complementou a prefeita, Mari Machado, que aproveitou o momento para apresentar o plano de testagem do município, o qual deve ser iniciado neste mês.

Com seis mil testes adquiridos, o município, que teve seu primeiro óbito por Covid-19 confirmado na noite de ontem, iniciará a testagem pelos profissionais da saúde e da segurança, além de servidores da fiscalização e dos pacientes que apresentaram sintomas e realizaram isolamento nos meses de março e abril. 

O plano ainda prevê para os meses de junho, julho e agosto, a realização de uma pesquisa de amostragem, com testes nos bairros, observando idade e região. Parte dos testes ainda será reservado para o inverno – período de maior ocorrência de doenças respiratórias e com maior probabilidade de contágio.

Uruguai aumentará controle nas fronteiras com o Brasil

Além da intendente e da prefeita, participaram do evento o ministro uruguaio de Saúde Pública, Júlio Daniel Salinas Grecco; o subsecretário do Ministério da Defesa, coronel Rivera Elgue do Campo; a diretora geral de coordenação do Ministério da Saúde Pública, Ana Evelin e o secretário municipal de Saúde, Sergio Aragon.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.