Coronavírus BANDEIRA LARANJA

Região de Uruguaiana sobe para risco médio no Distanciamento Controlado

Classificação indica necessidade de reforço nas medidas de prevenção em municípios.

17/05/2020 00h45 Atualizada há 2 meses
Por: Augustho Soares
Profissionais de saúde do município realizam teste de temperatura nos cidadãos (Foto: Divulgação)
Profissionais de saúde do município realizam teste de temperatura nos cidadãos (Foto: Divulgação)

A classificação das regiões de acordo com as bandeiras determinadas pelo Distanciamento Controlado foi atualizada neste sábado (16/05), pelo governo do Estado. Com a atualização, a região de Uruguaiana subiu o risco de contaminação por coronavírus de baixo (bandeira amarela) para médio (bandeira laranja).

Assim, entre os dias 18 e 24 de maio, deve haver um reforçamento nos cuidados para a não propagação do vírus na intitulada R03.

No total, a região engloba 11 municípios, sendo eles: Alegrete, Barra do Quaraí, Itaqui, Maçambara, Manoel Viana, Quaraí, Rosário do Sul, Santa Margarida do Sul, Santana do Livramento, São Gabriel e Uruguaiana.

Nestes, apenas três óbitos foram atribuídos à Covid-19, sendo dois em Quaraí, confirmados nos dias 30 de abril e 4 de maio, e um em Santana do Livramento, ocorrido na noite da última quarta-feira (13/05).

Atualmente, os municípios com mais infectados na região são Uruguaiana e Santana do Livramento, ambos com 31 casos confirmados.

Vale ressaltar que desde quarta-feira, 13 de maio, o número de confirmados em Uruguaiana subiu de seis para 31, sendo um dos infectados o prefeito Ronnie Mello, que testou positivo para Covid-19 após realizar teste rápido, nesta sexta-feira.

Na noite de sábado (16), o chefe do executivo uruguaianense utilizou sua conta no Twitter para agradecer às mensagens enviadas após o diagnóstico.

Já a prefeita de Santana do Livramento, Mari Machado, divulgou, na mesma noite, uma nota informando sobre o 31º caso no município. Na oportunidade, a chefe do executivo também aproveitou para reforçar as medidas de prevenção.

Livramento e Rivera apresentam Programa Binacional de Prevenção ao Coronavírus

– Mais uma vez, solicitamos que as pessoas que puderem permaneçam em suas casas e obedeçam a todos os protocolos de cuidados, para que assim, consigamos passar por essa pandemia. Caso precise sair de casa, não se esqueça de usar a máscara – destacou.

 

COMO É CALCULADO O RISCO

De acordo com informações do Governo do Estado, cada região é avaliada por meio de indicadores consolidados em dois grandes grupos com pesos iguais na definição final:

propagação (velocidade do avanço, estágio da evolução e incidência de novos casos sobre a população);
capacidade de atendimento (capacidade de atendimento e mudança da capacidade de atendimento).

As regiões recebem sua bandeira de acordo com o grau de risco calculado com pesos diferenciados para cada indicador. As classificadas com a bandeira laranja encontram-se em um dos dois cenários:

- Média capacidade do sistema de saúde e baixa propagação do vírus;

- Média ou alta capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus.

 

Em Bagé, região vizinha, na Campanha, o risco caiu mesmo após a cidade ter liderado o número de casos no interior do estado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.