História e Cultura CINEMA

7 filmes para comemorar o Dia do Orgulho Nerd

Que tal conferir a lista que preparamos para esta semana?

24/05/2020 19h10 Atualizada há 2 meses
Por: Augustho Soares

O Dia do Orgulho Nerd vai ser comemorado nesta segunda-feira, 25 de maio. A data foi escolhida em homenagem à estreia do primeiro filme da saga Star Wars: Uma Nova Esperança, de 1977.

Sabendo disso, a Sessão de Domingo dessa semana traz uma lista de filmes para celebrar o dia. No entanto, desta vez, vamos fugir um pouco do óbvio e não mencionar os próprios filmes de Star Wars, e outras sagas famosas hoje em dia como é o caso das produções da Marvel, DC Comics e Harry Potter, assim como algumas que já falamos anteriormente, como Senhor dos Anéis e De Volta para o Futuro.

Vale ressaltar que assim como as demais listas desta coluna, a ordem não representa necessariamente a relevância dos filmes.

 

1 – O Guia do Mochileiro das Galáxias (2005)

Além de se comemorar o Orgulho Nerd, como um todo, em 25 de maio também se comemora o Dia da Toalha, que é uma homenagem dos fãs a Douglas Adams, autor da série de livros O Guia do Mochileiro das Galáxias. Assim, nada melhor do que assistir à adaptação do primeiro volume da obra.

Dirigido por Garth Jennings, o longa-metragem conta a história de Arthur Dent (Martin Freeman), um homem normal, que se torna um dos últimos sobreviventes da Terra, após o planeta ser destruído para a construção de uma nova autoestrada hiperespacial.

Assim, com auxílio do livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, Arthur passa a conhecer o universo junto a seu melhor amigo Ford Prefect (Mos Def), que se revela como um extra-terrestre, e a outros personagens que encontra pelo caminho, incluindo seu par - nem tão - romântico, a Trillian Astra (Zooey Deschanel) e o depressivo robô Marvin (Warwick Davis).

Apesar de receber críticas mistas, o longa-metragem é uma boa opção para quem quer assistir a uma comédia sem pretensão. Vale ressaltar que a história do filme tem várias diferenças da obra original, então talvez seja legal aproveitar o tempo livre para também ler os livros de Douglas Adams.

 

2 – Matrix (1999)

Se alguém da tua família ainda não assistiu Matrix, é uma boa hora para mudar isso. Tudo bem que o longa-metragem de 1999 é apenas o primeiro de uma trilogia escrita e dirigida pelas irmãs Wachowski, mas quem quiser, pode assistir só ele que não vai se arrepender.

O filme se passa em um futuro distópico no qual a realidade, que percebemos, é, na verdade, uma simulação chamada "Matrix", criada por máquinas para usar os cérebros e corpos dos humanos para produzir energia.

Thomas Anderson (Keanu Reeves) é um jovem programador e hacker que vive sendo atormentado por pesadelos em que está conectado por cabos a um imenso sistema de computadores. Na procura por respostas, o personagem acaba encontrando os misteriosos Morpheus (Laurence Fishburne) e Trinity (Carrie-Anne Moss) e descobrindo a verdade. Assim, Anderson adota o pseudônimo de Neo, apelido que já utilizava como hacker, e entra na rebelião contra as máquinas.

 

3 – Blade Runner: O caçador de Androides (1982)

Outra distopia que vale a pena assistir, Blade Runner é um clássico que apesar de mostrar um futuro que não chegou a acontecer, ainda abre discussão para assuntos atuais e questões que devem ser tratadas.

A história do longa-metragem se passa em 2019, quando uma corporação desenvolve clones humanos para serem usados como escravos em colônias fora da Terra, identificados como replicantes. Assim, cabe ao ex-policial Rick Deckard (Harrison Ford) caçar um grupo de replicantes fugitivos que estão disfarçados em Los Angeles.

Sem dúvidas, o longa dirigido por Ridley Scott continua relevante até hoje, sendo uma boa dica, tanto como filme de ação quanto uma ficção científica.

 

4 – Os Caça-fantasmas (1986)

Uma das comédias mais aclamadas dos anos 1980, Os Caça-Fantasmas conta a história de uma equipe de cientistas expulsos da universidade por seus métodos pouco ortodoxos. Eles decidem, então, se juntar e montar uma empresa dedicada a caçar fantasmas em Nova York. Mas acabam se deparando com uma porta de entrada para outra dimensão, que pode causar a destruição total da cidade, e talvez do mundo inteiro.

Dirigido por Ivan Reitman e estrelado por Bill Murray, Dan Aykroyd e Harold Ramis, o filme arrecadou mais de 229 milhões de dólares, sendo a segunda maior bilheteria do ano de 1984. Além disso, a produção também tem 97% de aprovação no Rotten Tomatoes, website americano que agrega críticas de cinema e televisão.

 

5 – Scott Pilgrim contra o Mundo (2010)

Baseado em uma história em quadrinhos de mesmo nome, Scott Pilgrim contra o Mundo junta diversas referências da cultura pop, incluindo momentos que lembram videogames, filmes, HQs e até mesmo animes.

Na produção, Scott Pilgrim (Michael Cera), baixista de uma banda de rock, se apaixona pela misteriosa Ramona Flowers (Mary Elizabeth Winstead). Porém, enquanto tocava em uma batalha de bandas por um contrato com a gravadora G-Man Graves, Scott é atacado por um rapaz que se apresenta como o primeiro ex-namorado do mal de Ramona.

É assim que Scott descobre que para namorar Ramona ele precisa derrotar todos os seus sete ex-namorados do mal, que se juntaram para para destruir o baixista.

Dirigido por Edgar Wright, Scott Pilgrim contra o Mundo pode não ter o melhor roteiro e nem as melhores atuações, mas ainda assim é um filme divertido e bastante criativo, além de ser extremamente nerd.

 

6 – Akira (1988)

Esse foi escolhido especialmente para vocês, otakus dos pampas – ou seja lá de onde estiverem lendo. Um dos maiores clássicos dos animes, Akira influenciou toda uma geração e mesmo após 32 anos de seu lançamento, continua com uma boa animação, além de roteiro bem trabalhado.

Na trama, uma grande explosão destrói a cidade de Tóquio, capital do Japão. Em seu lugar foi construída Neo Tóquio, que sofre com atentados terroristas. Os amigos Kaneda e Tetsuo integram uma gangue de motoqueiros que disputa rachas violentos com uma gangue rival, os Palhaços.

Após se confrontar a outra gangue, Tetsuo é sequestrado pelas forças do governo,e passa por experiências que o fazem desenvolver poderes paranormais.

Como resultado,o jovem acaba enlouquecendo, e se torna um perigo para a cidade. Assim, cabe a Kaneda deter seu antigo amigo.

Vale ressaltar que essa produção tem bastante sangue e violência, então não é aconselhável para todos os públicos.

 

7 – Jornada nas Estrelas: O Filme (1979)

Tudo bem que Star Trek, ou Jornada nas Estrelas, é uma das sagas mais clichês do mundo nerd. Porém, apesar da série de televisão ser tão aclamada e da popularidade que teve a trilogia reboot, lançada por J.J. Abrams na última década, muita gente ainda não conferiu os filmes originais.

No primeiro longa-metragem da franquia, a Federação dos Planetas Unidos solicita ao almirante James T. Kirk (William Shatner) e a tripulação da nave estelar Enterprise para conter uma misteriosa nuvem de energia que está em um curso de colisão com a Terra.

O filme é dirigido pelo premiado cineasta Robert Wise, além de contar com atores da série original, como o já mencionado William Shatner e Leonard Nimoy, como o famoso Spock. A obra pode não agradar a todos, mas é uma boa entrada para quem quer conhecer mais sobre essa jornada intergaláctica. Fora que sua sequência, A Ira de Khan, é até hoje dito por muitos fãs como o melhor filme da franquia.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.