Meio Ambiente PATRIMÔNIOS NATURAIS

Conheça as paisagens da região através do projeto Lentes do Pampa

No dia mundial do Meio Ambiente, te convidamos a conferir as belezas da Campanha Gaúcha por meio do projeto do nosso colaborador, Filipe Idalgo.

05/06/2020 15h30 Atualizada há 4 semanas
Por: Augustho Soares

Para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, nesta sexta-feira, 5 de junho, o Buena Notícia te convida a conferir as fotografias do projeto Lentes do Pampa. No nosso site, podem ser acessadas duas galerias, uma sobre as espécies, e outra sobre as paisagens.

O projeto do fotógrafo e estudante de ciências biológicas, Filipe Idalgo, tem como objetivo a divulgação da biodiversidade encontrada na região dos Pampa Gaúcho, uma área de 176.496 km², que equivale a 63% do território estadual e a 2,07% do território brasileiro.

Idalgo começou a fotografar em 2017, quando comprou uma câmera para usar durante saídas de campo com colegas e professores ou em viagens. Assim, se iniciou também uma pesquisa sobre as espécies encontradas para que, além da foto, sejam inseridas informações corretas, como o nome científico, por exemplo.

Porém, as atividades se intensificaram quando o acadêmico decidiu utilizar seus registros fotográficos em seu Trabalho de Conclusão de Curso. Assim, foi criada também, uma página no Instagram.

– Eu vi que já existiam páginas que cobriam o extremo sul do estado. Então pensei que talvez eu pudesse fazer o mesmo com a nossa região, porque embora já tenha estudos, tem pouco material sobre a biodiversidade no Pampa Gaúcho – afirma o estudante, que já registrou, inclusive, animais ameaçados de extinção.

Desde então, como já informamos aqui, o projeto de Idalgo já foi reconhecido inclusive pelo portal G1, da Globo, que entrevistou o fotógrafo para uma matéria, publicada no dia 13 de maio deste ano. O Lentes do Pampa é recente contribuidor aqui no site. A ideia é que, à medida em que o isolamento social fique para trás, aumente suas contribuições para o Buena Notícia.

 

Bioma Pampa

O Pampa, quando se trata de Brasil, é um bioma estritamente gaúcho. Na América do Sul, os campos e pampas se estendem por uma área de aproximadamente 750 mil km, compartilhada por Brasil, Uruguai e Argentina.

Pedra do Segredo, em Caçapava do Sul. (Foto: Filipe Idalgo)

A biodiversidade do Pampa ainda não é completamente descrita pela ciência, mas estimativas indicam que existam neste bioma cerca de 3000 espécies de plantas, e centenas de espécies aves e mamíferos.

Embora toda a diversidade seja uma riqueza exclusiva deste território, assim como em outras regiões do Brasil, a preservação é insuficiente. De acordo com estimativas do Ibama, em 2002 restavam apenas 41,32% do habitat natural no Rio Grande do Sul. E em 2008, apenas 36,03% da vegetação nativa.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.