Fronteira INTEGRAÇÃO

Uruguai e Rio Grande do Sul trabalharão juntos

Após reunião entre Governador Eduardo Leite e presidente Luis Lacalle Pou, um pacto deverá ser assinado ainda este mês, visando esforços conjuntos.

06/06/2020 11h36 Atualizada há 4 semanas
Por: Renan Silveira
Cooperação entre Brasil e RS busca estabelecer objetivos comuns (Foto: Cristiano Guerra/Divulgação)
Cooperação entre Brasil e RS busca estabelecer objetivos comuns (Foto: Cristiano Guerra/Divulgação)

Autoridades estaduais gaúchas e o Governo Federal uruguaio reuniram-se ontem (06/06), para tratar sobre um "memorando de entendimento", visando a integração do Rio Grande do Sul e país vizinho em ações contra o coronavírus. Participaram na reunião, o presidente Luis Lacalle Pou, e o governador Eduardo Leite.

O Uruguai já havia demonstrado preocupação com a situação sanitária brasileira. Por outro lado, o Rio Grande do Sul vem adotando medidas que confrontam a ausência de medidas do Governo Federal do Brasil. Esses e outros fatores já vinham intensificando buscas por acordos entre país e estado vizinhos.

Livramento e Rivera apresentam Programa Binacional de Prevenção ao Coronavírus

O principal tema da recente reunião foi a criação de um Protocolo Único Contra o Covid-19, especialmente o que tange estabelecer regras comuns às cidades-irmãs através do Centro de Operações Integrado de Fronteira (COI Fronteira).

O projeto deverá ser colocado em prática, de forma pilota, em Santana do Livramento (RS) e Rivera (UY). Ainda deverão compor um protocolo conjunto, as cidades de: Aceguá (RS) e Acegua (UY); Quaraí (RS) e Artigas (RS); Barra do Quarai (RS) e Bella Union (UY); Chuí (RS) e Chuy (UY); e Jaguarão (RS) e Rio Branco (UY).

O grupo reuniu-se em Rivera, e em teleconferência, incluiu na discussão a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann e o embaixador Nelson Chabén, representando o Ministério das Relações Exteriores do Uruguai.

O idealizador do acordo bilateral, deputado Frederico Antunes, também presidente da Comissão do Mercosul na Assembleia Legislativa, esteve no encontro com o diretor da Secretaria Estadual de Saúde, Bruno Naundorf, o prefeito de Santana do Livramento, Ico Charopen, e o próprio Governador do estado.

Pelo lado uruguaio, além do presidente, esteve presente o embaixador do Ministério das Relações Exteriores, Nelson Chaben, a Intendente Departamental de Rivera, Alma Galup, o secretário de Saúde de Rivera, Carlos Sarries, e o presidente da Comissão de Assuntos Internacionais do Uruguai, deputado Marne Osorio.

Entre as ações práticas previstas, são algumas delas:

- Realização conjunta de testes;
- Consenso técnico epidemiológico entre Brasil e Uruguai, que contemplem casos suspeitos e confirmados;
- O fortalecimento das ações sanitárias;
- Mesmas regras de abertura do comércio, distanciamento, uso de máscaras, funcionamento do transporte coletivo...
- Mecanismo de controle que seja único nas cidades fronteiriças.

A intenção é que, daqui a duas semanas, seja, de fato, assinado um pacto entre o governador e o presidente, em alguma cidade da fronteira.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.