Dólar comercial R$ 5,43 1.116%
Euro R$ 6,43 +1.4%
Peso Argentino R$ 0,07 +0.679%
Bitcoin R$ 68.538,43 +1.349%
Bovespa 101.353,45 pontos +0.89%
Economia e Inovação Ajuda bem-vinda

Bajeenses criam plataforma para fomentar pequenas empresas

Nas redes sociais, os profissionais de administração divulgam e orientam gratuitamente outros empreendedores

30/03/2020 15h24 Atualizada há 4 meses
Por: Renan Silveira

Os últimos meses têm sido complicados para todo mundo, mas especialmente aqueles donos de pequenos negócios. A crise econômica acertou em cheio quem precisou fechar as portas devido ao isolamento social, ou quem perdeu clientes que, assustados, passaram a consumir somente o essencial.

É claro que mais cedo ou mais tarde todo esse prejuízo precisa ser revertido. E é nesse sentido que atuam cinco amigos bacharéis em administração, e recém formados. Com a ajuda de uma ex-professora do curso, eles criaram o "corrente empreendedora", uma plataforma voltada a ajudar os pequenos empreededores de Bagé.

Além da divulgação gratuita nas redes sociais do projeto, eles auxiliam na criação dos materiais daqueles que ainda não possuem. Um dos idealizadores nos conta que também há como objetivo uma conscientização social em pról dos negócios locais.

— Queremos trabalhar a conscientização das pessoas em relação às empresas locais, mostrar o quanto é importante apoiar quem apoia nossa cidade. [...]  Nossa profissão vêm nos dando suporte à fazer esse trabalho de forma coerente, o vínculo com nossa profissão nos dá suporte para desenvolver um trabalho dentro do empreendedorismo social. — explica Jesus Guilherme Morelles.

O projeto que existe há cerca de duas semanas já coleciona resultados positivos. Foram 15 empresas divulgadas, e melhora progressiva no engajamento das pessoas com as páginas. "Vale ressaltar que isso tudo é um trabalho colaborativo, então dependemos da comunidade para que sempre que possível compartilhe ou comente nossas postagens", explica Morelles.

A quem se destina?

O projeto é voltado a todos os pequenos empreendedores de Bagé. Para expor o trabalho para quem o acompanha, basta entrar em contato por meio das próprias redes sociais, no @correnteempreededora.

Os idealizadores nos contam ainda que a ideia é de continuar mesmo após o final da quarentena, e da mesma forma: gratuita. "Aperfeiçoamentos estão sendo feitos, teremos muitas novidades", adiantam.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.